Jovens do meio rural e pesqueiro são qualificados para produzir e organizar atividade

Capacitação

Jovens do meio rural e pesqueiro são qualificados para produzir e organizar atividade

Projetos elaborados pelos alunos serão apresentados ao governo do estado para que se viabilizem
Por:
14 acessos

Neste mês, em Itajaí aconteceu a formatura de uma turma de jovens que participa do projeto “Capacitação e Ater Continuada para jovens do Meio Rural e Pesqueiro de Santa Catarina”. O projeto tem foco na produção, organização e protagonismo e tem como beneficiários diretos 300 jovens. É executado em 11 Centros de Treinamento da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina) com cursos de 220 horas.

Na Apresentação dos Projetos e Solenidade de Formatura da turma de Jovens do Mar, foram apresentados quatorze projetos voltados para modernização das embarcações a fim de aumentar a produtividade e competitividade, inovação tecnológica, melhoria da renda dos pescadores, aumento da segurança, humanização do trabalho, agregação de valor de produtos da pesca artesanal e turismo de pesca. O valor total dos projetos apresentados é de R$ R$ 453 mil. Aproximadamente cem pessoas, entre formandos, familiares, técnicos e representantes de instituições parceira participaram da solenidade

Concluída essa etapa, no início de 2019, os jovens apresentarão os projetos à Secretaria de Agricultura e Pesca de Santa Catarina a fim de obter recursos financeiros para viabilizar os projetos que idealizaram. Todo o processo terá o acompanhamento técnico da Epagri.

Em novembro, houve o “Encontro Estadual de Jovens do Mar”, no Balneário Piçarras, com o tema “Filhos do Mar, a força da pesca”, que reuniu cerca de 200 pescadores e maricultores com o objetivo de contribuir para este público, ao valorizar e fortalecer sua identidade profissional. Na programação, rodas de conversas, painel, palestra motivacional e gincana cultural.

As rodas de conversa discutiram temas mediados por especialistas nas seguintes áreas: Políticas Públicas, Gênero e geração, Cooperativismo e associativismo, Cenário atual da pesca artesanal de SC e as perspectivas de futuro e Identificação de espécies marinhas e defeso do camarão.

‘É importante apoiar projetos de qualificação e educação da juventude, ampliando as possibilidades deles de atuarem como protagonistas e empreendedores no desenvolvimento socioeconômico das comunidades rurais e pesqueiras”, avalia a Ana Medeiros, chefe de Divisão no Departamento de Integração e Mobilidade Social sobre a parceria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento com a Epagri.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink