Jovens mineiros recebem capacitação especial em pecuária leiteira

Agronegócio

Jovens mineiros recebem capacitação especial em pecuária leiteira

Programa de Aprimoramento do Jovem Produtor de Leite será realizado pela Emater-MG em parceria com a Epamig, na Zona da Mata
Por:
901 acessos
Programa de Aprimoramento do Jovem Produtor de Leite será realizado pela Emater-MG em parceria com a Epamig, na Zona da Mata

Estimular a atuação e permanência de jovens rurais na pecuária leiteira. Esse é o objetivo do Programa de Aprimoramento do Jovem Produtor de Leite (PAJ), no município de Ponte Nova, Zona da Mata mineira. A iniciativa é desenvolvida em parceria pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), aEmpresa de Pesquisa Agropecuária (Epamig) e a empresa Laticínio Porto Alegre.


Segundo o extensionista da Emater-MG, Manoel Lúcio Pontes Morais, o programa surgiu após a redução de mão de obra e falta de planejamento da atividade, o que pode comprometer o desenvolvimento do setor no município. A proposta é a capacitação de jovens rurais, visando estimular a permanência deles no campo, a socialização de informações técnicas, o aprimoramento dos sistemas de produção e a estruturação de projetos produtivos na pecuária leiteira.


O treinamento, que será concluído neste mês de junho, capacitará 12 jovens rurais. São 40 horas de duração, sendo 16 horas de teoria e o restante de aulas práticas. Serão abordados temas, como planejamento da exploração leiteira, manejo da alimentação, escrituração zootécnica e análise de indicadores, manejo da ordenha, formação e recuperação de pastagens.


A preparação do conteúdo técnico é de responsabilidade da Emater-MG. A Empresa também emitirá o certificado de participação dos alunos. O treinamento está sendo realizado na Fazenda Experimental da Epamig, em Ponte Nova. O Laticínio Porto Alegre cuidará de toda a logística para a realização do curso. Para Manoel Morais, a capacitação irá “oportunizar aos jovens filhos de produtores de leite o conhecimento das boas práticas de produção para que eles permaneçam na atividade de forma aprimorada e sustentável”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink