Justiça paralisa porto da Cargill
CI
Agronegócio

Justiça paralisa porto da Cargill

Por:

O juiz federal Nelson Loureiro dos Santos acatou ação cautelar impetrada em dezembro pelo procurador da República em Santarém (PA), Nilo Marcelo de Almeida Camargo, e determinou a paralisação, a partir da próxima quarta-feira, das atividades do terminal de grãos da multinacional americana Cargill localizado no município paraense.

Para pedir a paralisação, Camargo alegou que as obras do terminal foram concluídas sem Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto ao Meio Ambiente (EIA-Rima). Na sexta-feira, o procurador disse ao Valor que tais estudos terão de ser realizados, e mesmo a demolição do porto não está descartada. A Cargill vai recorrer da decisão no Tribunal Regional Federal de Brasília.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink