Kemin Connect destaca tendência de preços elevados para carnes e grãos
CI
Imagem: Pixabay
CUSTO

Kemin Connect destaca tendência de preços elevados para carnes e grãos

Consultor da MB Agro defende a importância de estratégias para aumento de produtividade e desempenho no campo
Por:

A recuperação da demanda mundial por proteína animal deve manter os preços elevados durante este ano, defendeu o engenheiro agrônomo e sócio consultor da MB Agro Consultoria, Alexandre Mendonça de Barros, na última semana durante a Kemin Connect. “O mundo vive um momento espetacular nos preços agrícolas desde o ano passado e essa tendência deve se manter em 2021 e provavelmente 2022 também”, pontuou o especialista.

De acordo com ele, a melhoria dos efeitos da pandemia de Covid-19 diante do processo de vacinação deve levar a uma retomada do consumo, principalmente nos Estados Unidos e na Europa. “Provavelmente vamos ver esse crescimento do consumo ainda mais forte e, consequentemente, o preço da proteína animal em dólar no mundo deve aumentar fortemente neste ano. Mas, ao mesmo tempo, as cotações elevadas dos grãos, puxadas principalmente pelo consumo chinês, também devem se manter, o que significa que o custo de produção das carnes continuará em patamares altos. Por isso, tecnologias que aumentem a produtividade serão bem-vindas”.

O consultor destaca a importância de o produtor estar atento porque esta realidade de pressão nos custos de produção não deve se alterar no curto prazo. “O foco de atenção deve estar em otimizar os sistemas de produção, ganhar produtividade e melhorar desempenho, já que o quadro para os preços dos grãos no cenário internacional é apertado. A China, por exemplo, nunca importou milho de maneira significativa e vem se tornando maior importadora de milho do mundo. É um mercado que está muito aquecido e por isso o produtor deve ter um foco muito grande em eficiência produtiva”, encerrou.

A Kemin Connect, a convenção anual de vendas da empresa, aconteceu em formato virtual e reuniu toda a sua equipe da América do Sul para debater os principais desafios e oportunidades do setor. Durante três dias, a equipe discute as mais importantes tendências e perspectivas para os mercados de produção de proteína animal e grãos.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink