Agronegócio

Kuhn lança maior semeadora do país na Expodireto

Equipamento conta com até 80 linhas de plantio
Por:
7714 acessos
Aguardada há anos, a Kuhn do Brasil lança a maior semeadora de grãos finos já produzida no país. A Quadra Venta é um implemento diferenciado, com projeto e execução realizados na fábrica localizada em Passo Fundo/RS, também conta com a participação de engenheiros do Grupo Kuhn na Europa. Ela ultrapassa os 100 hectares de plantio por dia.

A semeadora atende a grandes produtores que necessitam alto rendimento e precisão para plantio de culturas como o arroz, trigo, aveia, cevada, entre outros. Robusto, o equipamento conta com o distribuidor eletroeletrônico da empresa alemã Rauch, garantindo homogeneidade a semeadura.   

Entre as diferenças desta máquina está o reservatório de sementes. Em vez de caixas acopladas a estrutura, a Quadra Venta possui uma carreta com reservatório de sementes com 3.500 litros. “Com isso a máquina fica mais prática para a manutenção e regulagem da profundidade das linhas de plantio, sem contar a capacidade de carga que diminui consideravelmente as paradas para abastecimento”, garante Fábio Souilljee, responsável pelo produto pela Kuhn do Brasil, lembrando que o reservatório possui sensores para avisar o nível de sementes. 

A Quadra Venta pode ser configurada em até 9 versões. De 45 linhas a 80 linhas, com largura de trabalho entre 7,5 metros a 10 metros e com espaçamento entre linhas de 12,5cm, 15cm ou 17cm. “A vantagem é que esse equipamento pode servir para plantio de arroz adensado até culturas como o trigo que não necessita de adensamento”, explica Souilljee.

Copia perfeitamente do terreno

Mas se existe algo que chama a atenção nesta máquina é quando se percebe como ela interage com o solo e o relevo. “Falamos que ela copia perfeitamente o terreno, pois mesmo em declives acentuados ou taipas em lavouras de arroz, a Quadra Venta consegue plantar sem deixar o piso interferir no seu trabalho”, comenta Souilljee. 

Seu sistema eletroeletrônico tem a tecnologia Isobus, com isso, garante a comunicação com as principais marcas de tratores. Desta maneira, as luzes, larguras de trabalho, processo de plantio, doses de sementes por hectare e sensores de nível de tanque são controlados pelo monitor CCI-100 de dentro da cabine do trator. Esse monitor é touch screen.

O sistema hidráulico requer um trator com tomada de potencia de 1.000 rpm, ou seja, não necessita fluxo contínuo, pois tem uma bomba hidráulica independente. A indicação de potencia de trator é de 5 CV por linha para trigo e 4 CV por linha para arroz.

Veja também

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink