La Niña ameaça clima nos EUA
CI
Agronegócio

La Niña ameaça clima nos EUA

Por:

Kansas poderá experimentar uma rigorosa seca se ocorrer o fenômeno La Niña. Essa é uma situação que, para os analistas, há 70% de chance de acontecer. "As condições climáticas do Oceano Pacífico vêm mudando há meses e agora começaram a mostrar sinais claros de evolução do La Niña. As temperaturas da água lá estão mais frescas do que o normal e os ventos do leste estão ficando mais fortes", disse a climatologista Mary Knapp, chefe da Biblioteca de Dados sobre Clima, da Kansas State University Reserach and Extension. Os analistas dos Oceanos ainda não rotularam essas mudanças como La Niña, afirmou Knapp. Na realidade, dizia o comunicado, alguns modelos de computador sugerem que as mudanças ainda poderão se converter em outro sistema do El Niño. Mas outros modelos climáticos prevêem que os ingredientes do La Niña vão continuar a crescer. E a comunidade da área de climatologia, em geral, está esperando que o La Niña esteja plenamente desenvolvido até o fim do verão.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.