La Niña só precisa durar até junho para promover seca
CI
Imagem: Divulgação
ESTADOS UNIDOS

La Niña só precisa durar até junho para promover seca

Informação é sobre os Estados Unidos
Por: -Leonardo Gottems

A seca continua a prevalecer nas pradarias do sudoeste do Canadá e em toda a metade ocidental dos Estados Unidos. O clima de janeiro e fevereiro permitiu que a seca se expandisse para o leste no Cinturão do Milho dos EUA, o que é um mau presságio, já que o inverno normalmente é uma época para diminuir a seca em vez de expandi-la.

As condições de La Niña prevaleceram desde 2020 e sua persistência pode ser atribuída em grande parte à secura. Alguns meteorologistas recentemente debateram sobre quanto tempo o evento vai durar, mas a World Weather Inc. diz que realmente não importa muito quando chegarmos a junho.

Os eventos de La Niña removem a umidade das latitudes médias nos hemisférios norte e sul. A mera presença de La Niña nos últimos 20 meses permitiu que o fenômeno removesse quantidades notáveis de umidade da atmosfera. A seca que ocorreu no verão passado no Canadá e no centro dos Estados Unidos, afetando a produção agrícola, pode ser facilmente atribuída ao La Niña com alguma ajuda da fase negativa da Oscilação Decadal do Pacífico (DOP). A seca no verão passado nas Novas Terras orientais da Rússia e no Cazaquistão também pode estar ligada ao La Niña.

A maioria dos eventos de La Niña dura apenas oito a 14 meses, e os meteorologistas mais jovens estavam começando a pensar que o La Niña não estava mais tendo muito impacto no clima do mundo porque fazia muito tempo que um evento não persistia por tanto tempo. A ocorrência mais recente de condições prolongadas de La Niña foi 2010-12, com duração de 23 meses e levando à agora famosa seca dos EUA em 2012. Antes desse evento, a seca anterior de significância nos Estados Unidos ocorreu em 1988. No entanto, uma parte do continente norte-americano também foi impactada pela seca do ano 2000 a 2004, com o Canadá e uma parte do centro dos EUA mais impactados.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.