Laboratório de Análise de Fibras da Abapa atinge marca inédita

ANÁLISE

Laboratório de Análise de Fibras da Abapa atinge marca inédita

As amostras passaram pelos equipamentos de High Volume Instrument (HVI) e pela classificação visual
Por:
70 acessos

O presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Cézar Busato acompanhou de perto, junto com os vice-presidentes Paulo Schmitd e Luís Carlos Bergamaschi no Centro de Análise de Fibras de Algodão o registro recorde de três milhões de amostras analisadas no local, nesta safra 2018/2019. Juntos ao gerente do Centro, Sérgio Brentano e equipes técnicas, eles comemoraram a conquista que superou o número do ano passado quando 1,8 milhão de amostras foram analisadas.

As amostras passaram pelos equipamentos de High Volume Instrument (HVI) e pela classificação visual. Graças aos equipamentos HVI, são analisadas características intrínsecas na avaliação do setor têxtil como alongamento, resistência, uniformidade, reflectância, amarelamento, maturidade, grau da folha e índice de fiabilidade. Hoje comemoramos o recorde de três milhões de amostras devidamente analisadas e prontas para alcançar os mercados mais exigentes, estamos trabalho duro para isso e só temos a parabenizar às equipes do Centro que se não medem esforços para garantir que nosso algodão obedeça aos rigorosos padrões internacionais”, disse o presidente

Desde 2013, a Abapa vem modernizando o laboratório. Em 2018, foi implantado o sistema Chiller que permite maior qualidade na refrigeração do ambiente, adequando a umidade necessária para melhorar a confiabilidade dos resultados obtidos nos ensaios das amostras. Este ano, entidade adquiriu cinco novas máquinas de HVI, com um investimento de R$ 8 milhões. Os equipamentos já entraram em operação nesta safra, para atender a demanda. O laboratório da Abapa integra o programa Standard Brasil HVI (SBRHVI), que padronizou a classificação de pluma no país, conferindo muito mais segurança e credibilidade para o algodão brasileiro.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink