Agronegócio

Laboratório no PR confirma 13 casos de ferrugem asiática

Especialistas acreditam que os casos da doença devam ser ainda maiores
Por: -Redação
1 acessos

O laboratório de fitopatologia do curso de Agronomia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus de Pato Branco, confirmou, até ontem (17-01), a existência de 13 focos de ferrugem asiática na região. Os fungos foram encontrados nas lavouras dos municípios de Pato Branco (3), Chopinzinho (1), São João (1), Renascença (1), Capanema (1), Mariópolis (6), Abelardo Luz (SC) (1) e São Jorge d’Oeste (1), onde foi confirmado o primeiro caso dessa safra. Em Pato Branco as lavouras identificadas com a ferrugem são nas comunidades de Bela Vista e Passo da Ilha.

Os técnicos e engenheiros-agronômos das empresas e cooperativas agropecuárias da região acreditam que os casos devam ser ainda maiores, já que muitos produtores não estão fazendo o devido monitoramento das lavouras. Mesmo assim, o número está abaixo do registrado no ano passado nesse período, quando o laboratório recebeu mais amostras para análise. Um dos motivos pode estar no plantio mais tardio, fazendo com que a planta retarde o florescimento quando fica mais vulnerável a doença, e porque as condições climáticas foram mais favoráveis naqueles dias com muita chuva e calor. Também aumentou o número de empresas que estão fazendo as análises das folhas na região, fazendo com que não cheguem até o laboratório.

Safra 2005-06:

Na safra 2005/2006 o laboratório da UTFPR registrou a confirmação de 342 casos de ferrugem asiática na região, com maior predomínio para os municípios do Sudoeste. Algumas análises foram feitas com material oriundo de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Naquela safra o município que apresentou o maior número de casos foi Bom Sucesso do Sul com 49, e Palmas com a maior área infectada, chegando a 2.497 hectares.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink