Lagoa da Serra amplia a produção genética animal

Agronegócio

Lagoa da Serra amplia a produção genética animal

A empresa investe na ampliação da capacidade de produzir embriões in vitro para atender a essa demanda
Por:
3 acessos
A Lagoa da Serra, do grupo CRV (administrado pela cooperativa holandesa Delta e pela belga Cooperative VZW), está ampliando seus investimentos próprios em tecnologia de R$ 800 mil para R$ 1,5 milhão neste ano, com o objetivo de elevar as vendas de sêmen no Brasil e no mercado externo.


Como parte do programa de investimentos, a empresa lança, em maio, em parceria com a Sexing Technologies, do Texas, um programa de venda de sêmen sexado, que permite ao produtor definir o sexo dos animais a partir do sêmen. A meta é vender 120 mil doses no primeiro ano. A empresa também investe na ampliação da capacidade de produzir embriões in vitro para atender a essa demanda.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink