Lavouras de arroz do RS entram em fase de maturação

Agronegócio

Lavouras de arroz do RS entram em fase de maturação

Este estágio precede a colheita que deve iniciar com maior intensidade em março
Por: -Redação
2 acessos

As primeiras lavouras gaúchas de arroz entraram na fase de maturação na última semana. Este estágio da cultura precede a colheita que deve iniciar com maior intensidade em março. Conforme o acompanhamento do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), em todo o Estado prevalece a fase vegetativa com 48,79%, seguida da reprodutiva, com 49,74% e maturação, 1,47%.

Os Núcleos de Assistência Técnica do Irga informaram que as lavouras apresentam bom desenvolvimento, com chuvas esparsas e boa irradiação solar, favoráveis a cultura do arroz. Na Fronteira Oeste, 52,5% da área cultivada está na fase reprodutiva, enquanto que na Campanha, 8% das lavouras entraram no estágio de maturação. A Zona Sul e a Planície Costeira Externa permanecem, em maioria, na fase vegetativa.

Já os preços praticados no mercado varejista tiveram nova queda, voltando a ficar abaixo do Preço Mínimo que deveria ser garantido pelo Governo Federal. De acordo com o levantamento, a média praticada até sexta-feira (19) ficou em R$ 21,51, a saca de 50kg, com 58% de grãos inteiros.

Na última quinta-feira (18) o Ministério da Agricultura anunciou a liberação de R$ 400 milhões para operações de Empréstimo do Governo Federal (EGF), suficiente para dar suporte à comercialização de 1 milhão de toneladas do grão. Outros R$ 300 milhões serão utilizados para apoio à comercialização via Aquisições de Governo Federal (AGF) e leilões de opções públicos, o que dará garantia de sustentação para mais 650 mil toneladas do produto nesta safra.

Para o presidente do Irga, Maurício Fischer, a verba chega em boa hora. “No mês de janeiro houve queda no preço do arroz e a liberação de recursos neste período é favorável para o setor, além de garantir o Preço Mínimo já no início da colheita, evitando o que ocorreu no ano passado”, afirmou. As informações são da assessoria de imprensa do Irga.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink