Lavouras de milho, soja e feijão são as mais prejudicadas na Região Sul


Agronegócio

Lavouras de milho, soja e feijão são as mais prejudicadas na Região Sul

Governo informou liberação de R$ 18 mi para açudes e cisternas
Por:
1017 acessos
A seca na Região Sul já causou um prejuízo de R$ 2 bilhões para as lavouras de milho, soja e feijão só no Rio Grande do Sul, que tem o maior número de municípios (131) atingidos pela estiagem.

Nessa segunda-feira (9), o governador em exercício, Beto Grill, decretou estado de emergência coletivo para tornar mais ágil a liberação de recursos. O governo informou, por meio da assessoria de imprensa, a liberação de R$ 18 milhões para a construção de açudes e cisternas.


A seca no Sul também atinge os estados de Santa Catarina, que tem 64 municípios sofrendo com a estiagem, e do Paraná, onde 12 municípios estão sendo monitorados pela Defesa Civil. Na região catarinense, a falta de chuva prejudica mais de 418 mil pessoas e os prejuízos somam R$ 440 milhões.


No Paraná, a Defesa Civil desenvolve trabalhos para avaliar os danos e os prejuízos causados pela falta de chuva. O último boletim do órgão informa que 88.912 pessoas sofrem com a estiagem no estado.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink