Lavouras de trigo do Paraná estão em boas condições
CI
Agronegócio

Lavouras de trigo do Paraná estão em boas condições

Competitividade, porém, deve cair?
Por: -Leonardo Gottems

A Secretaria da Agricultura do Paraná anunciou que até 6 de julho o estado plantou cerca de 95% da superfície de trigo. A área é estimada em 1,28 milhão de hectares, sem grandes preocupações quanto a qualidade das lavouras. Segundo o relatório, cerca de 89% das lavouras plantadas estão em boas ou excelentes condições mesmo com 10 dias consecutivos de chuva em muitas regiões do estado.


Há alguma preocupação em Dois Vizinhos, sudoeste do Paraná. Lá, o desenvovilmento do trigo está atrasado e chuvas são esperadas para os próximos dias, o que favoreceria doenças fungícas.

Segundo Luiz Pacheco, proprietário da consultoria Trigo & Farinhas, o frete marítimo deve aumentar no segundo semestre e os exportadores americanos devem ser os mais afetado, especialmente no mercado do Oriente Médio. Uma fonte do mercado europeu revelou que a Austrália e a Argentina também teria muitos problemas sérios de competitividade com o aumento. Nas últimas semanas, o preço de um navio Panamax se aproximou dos US$ 3 mil, mas uma recuperação de preços deve ser vista até outubro para um valor de até US$ 10 mil. 


Para Pacheco, isso também é importante para produtores brasileiros. "Aqui também haverá um impacto nas exportações. Reduz o preço total recebido pelo produtor e a competitividade", disse Pacheco ao AgroSouth News.
 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink