Leilão de PEP de vinho será realizado na terça-feira

Agronegócio

Leilão de PEP de vinho será realizado na terça-feira

O pregão foi adiado para que as cooperativas pudessem esclarecer algumas dúvidas
Por: -Assessoria de Imprensa
2 acessos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) – empresa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - realizará terça-feira (28-11) leilão de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para o vinho. Agendado para o dia 21 último, o pregão foi adiado porque as cooperativas solicitaram mais tempo para esclarecer algumas dúvidas sobre a operação.

O novo aviso da Conab (428/06) prevê a negociação dos mesmos 12 milhões de litros de vinhos finos, de um total de 15 milhões, com previsão de prêmio máximo de R$ 0,65 por litro. Os interessados em participar do pregão terão de comprovar o pagamento do preço mínimo ao produtor (R$ 0,75 por quilo de uva) e o escoamento do produto da Região Sul (RS, SC e PR) para outros estados.

Ao anunciar o leilão, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luís Carlos Guedes Pinto, estimou um investimento em prêmios em torno de R$ 10 milhões. O apoio ao escoamento dos estoques de vinho foi solicitado em setembro e reforçado ao ministro Guedes no mês passado, durante o encontro que manteve, na Serra Gaúcha, com representantes da cadeia produtiva.

O presidente da Conab, Jacinto Ferreira, explicou que o leilão se justifica diante dos problemas que o setor vem enfrentando com a concorrência dos vinhos importados, principalmente dos países do Mercosul. Nos últimos cinco anos, o aumento da produção nacional de vinhos finos, aliado a crescente importação do produto chileno e argentino produziram estoques correspondentes à demanda de duas safras.

Ferreira explica que o objetivo do PEP é garantir um preço de referência ao produtor e às cooperativas e, ao mesmo tempo, garantir o escoamento da produção. “É uma equalização para evitar que o governo seja obrigado a fazer aquisições e formar estoques volumosos. Por esse sistema o governo paga um prêmio a quem adquire o produto diretamente das cooperativas, ou produtores, ao preço pré-estabelecido. Esse prêmio equivale, em média, à diferença entre o preço de referência e o de mercado”, explica Jacinto Ferreira.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink