Leilão Potros da Liberdade garante liquidez e comercializa mais de R$ 620 mil

Agronegócio

Leilão Potros da Liberdade garante liquidez e comercializa mais de R$ 620 mil

Média alcançada de R$ 16,53 mil na noite de domingo foi maior que a registrada no passado
Por:
286 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Média alcançada de R$ 16,53 mil na noite de domingo foi maior que a registrada no passado

O leilão Potros da Liberdade, da Estância da Liberdade, de Rolante (RS), comercializou 38 lotes da raça Crioula num total de R$ 628,5 mil, na noite deste domingo, dia 18 de setembro, no Tatersal do Cavalo Crioulo, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). A média ficou em R$ 16,53 mil. O animal mais valorizado do leilão que teve o comando do leiloeiro Marcelo Silva, diretor da Trajano Silva Remates, foi a potranca RE Jordanea vendida a R$ 52,5 mil. 

Segundo Silva, o leilão foi um sucesso ao registrar liquidez com a venda de todos os animais ofertados e atingir um preço médio acima do alcançado no remate do ano passado. “O leilão voltado ao público que monta cavalo e participa de eventos foi muito bom, apesar de ter sido realizado próximo ao feriado de 20 de Setembro. Além disso, o preço médio obtido foi muito positivo na atual conjuntura de mercado”, garante.

Os compradores dos animais se credenciaram a correr a prova de um ano de doma da Estância da Liberdade que em 2017 terá uma premiação de R$ 120 mil. O prêmio será distribuído do primeiro ao quinto lugar da disputa.

Foto: Fagner Almeida/Divulgação
Texto: Rejane Costa/AgroEffective

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink