Leilões de arroz no PR não surtem efeito e FAEP solicita aquisições do governo

Agronegócio

Leilões de arroz no PR não surtem efeito e FAEP solicita aquisições do governo

Conab realiza PEP de 10 mil ton no Paraná, na próxima quarta-feira
Por: -Janice
2172 acessos
Conab realiza PEP de arroz de 10 mil toneladas no Paraná, na próxima quarta-feira (25/05)

A Companhia Nacional de Abastecimento – Conab realizará na próxima quarta-feira, 25 de maio, leilão de Prêmio para Escoamento do Produto – PEP para arroz em casca das safras 2010/2011 e 2011 nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. No Paraná serão ofertadas 10 mil toneladas.


Este é o sexto leilão de PEP de arroz realizado no Paraná. No entanto, desde março, não houve interesse de compra por parte das indústrias e comerciantes.

Em abril os preços médios recebidos pelos produtores no Paraná atingiram o valor de R$ 0,41 por quilo do arroz irrigado. O custo de produção estimado pela Companhia Nacional de Abastecimento – Conab é de R$ 0,57/Kg e o preço mínimo estabelecido na Política de Garantia de Preços Mínimos - PGPM é de R$ 0,43/Kg para o arroz irrigado.


Diante dos baixos preços de comercialização a FAEP solicitou ao governo o apoio à comercialização do produto. Em novos ofícios a FAEP reforçou o pedido, solicitando Aquisições do Governo Federal – AGF, Contratos de Opção, aumento do limite das aquisições do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, suspensão das importações de arroz dos países do MERCOSUL, novo preço mínimo compatível com o custo de produção, criação de um novo mecanismo de apoio à comercialização e operações de Empréstimos do Governo Federal - EGF. Ao governo estadual também foi informado as dificuldades da atividade sendo solicitado a presunção do crédito de 6% nas vendas internas e 11% nas vendas interestaduais dos cerealistas quando eles adquirirem, mediante comprovação do CADPRO, arroz produzido no Paraná.


A colheita está praticamente concluída devendo totalizar uma produção de 186 mil toneladas no Paraná. O ritmo de comercialização é muito lento tendo atingido o percentual de 21% em abril contra 52% em igual período do ano passado. As importações do mês de abril totalizaram 32,7 mil toneladas, provenientes da Argentina, Paraguai, Uruguai, França, Itália, Estados Unidos, Portugal e Tailândia, das quais 1,7 mil toneladas tiveram como destino o Paraná.


As informações são da assessoria de imprensa da FAEP.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink