Levantamento quer apontar as necessidades das comunidades rurais do TO

Agronegócio

Levantamento quer apontar as necessidades das comunidades rurais do TO

O levantamento servirá como base de dados para o Governo do Estado
Por:
910 acessos
Os agricultores familiares dos assentamentos, associações e comunidades rurais do Estado passam por uma nova fase de investimentos na área rural. A Seagro - Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, por meio da Subsecretaria de Assentamentos e Pequenas Propriedades inicia nesta segunda-feira, 20 de junho, em Divinópolis, um diagnóstico na área rural nos municípios tocantinenses. O diagnóstico encerra no dia 8 de julho, em Novo Acordo, região central do Estado.


As atividades de coleta de dados serão realizadas em oito regiões do Estado, envolvendo as comunidades com suas necessidades básicas nas áreas de infraestrutura, educação, saúde, meio ambiente, agricultura e social. Em cada setor serão apontadas as prioridades de melhorias em cada município. Na área social, por exemplo, alguns fatores serão levados em conta como, os tipos de habitação, a geração de emprego e renda, condições sanitárias, educação rural e a qualidade de vida no campo.


Já na agrícola, as atenções serão voltadas para os tipos produção, incluindo os animais de grande e pequeno porte, apicultura, piscicultura, equipamentos e máquinas agrícolas, unidades de beneficiamento e agroindústria. E ainda, como os produtores aplicam os investimentos das linhas de crédito em suas propriedades.


De acordo com a diretoria de Promoção e Qualidade de Vida, o levantamento servirá como base de dados para o Governo do Estado, desenvolver as ações de políticas públicas para os investimentos, nos próximos anos, nas comunidades rurais do Estado.

Cada região terá um município como sede local de encontro dos técnicos da Seagro e representantes das comunidades. Os quais são: Divinópolis, Gurupi, Araguatins, Tocantinópolis, Colméia, Itacajá, Dianópolis, Arraias e Novo Acordo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink