Agronegócio

Lideranças levam projeto de controle biológico da mosca-das-frutas à Embrapa

O presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Mauricio Lopes, recebeu
Por:
2156 acessos
O presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Mauricio Lopes, recebeu no final da tarde de quarta-feira, 18, as lideranças do setor da maçã que estavam acompanhadas do deputado federal Afonso Hamm (PP-RS), da senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) e do senador Luiz Henrique (PMDB-SC).

 
A reunião foi mais uma agenda das lideranças nesta semana durante a peregrinação para apresentar o projeto de instalação de um Centro de Controle Biológico da mosca-das frutas. Esta praga tem atacado diversas frutas em todo país e já gerou prejuízos, somente na cultura da maçã, na ordem de R$ 25 milhões, com as perdas por danos nas frutas ou em razão da aplicação de inseticidas.

 
Afonso Hamm destacou a importância de instalar este projeto em Vacaria, que é um município que fica próximo a Santa Catarina, principais regiões produtoras de maçã.
 
Apoio
 
O presidente da Embrapa anunciou que será parceiro do projeto tendo em vista que é uma ideia que contempla os objetivos da empresa de pesquisa e enfatizou que o controle biológico é prioridade da Embrapa para desenvolver ações em todo país.
 
O pesquisador da Embrapa Uva e Vinho, Adalécio Kovaleski detalhou importante dado que justifica a implantação deste projeto. Ele explicou que para aumentar a exportação de maçãs, que hoje está em aproximadamente 10% da produção, é fundamental reduzir os índices de resíduo químico.

 
Também estavam presentes na reunião, o diretor-executivo da Associação Brasileira de Produtores de Maçã (ABPM), Moisés Albuquerque, o representante da CNA, Eduardo Brandão, o diretor-substituto da Secretaria da Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Carlos Franz, o chefe da Secretaria de Relações Internacionais da Embrapa, Marcio Porto, a chefe da assessoria parlamentar da Embrapa, Cynthia Cury, o diretor-executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Ladislau Martin Neto e o chefe do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento, Celso Moretti.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink