Ligeiros recuos nos preços dos adubos em fevereiro

Adubos

Ligeiros recuos nos preços dos adubos em fevereiro

Menor demanda por fertilizantes neste período e o câmbio em patamar mais baixo e oscilando menos em relação ao ano passado
Por:
83 acessos

A menor demanda por fertilizantes neste período e o câmbio em patamar mais baixo e oscilando menos em relação ao mesmo período de 2018 pressionam para baixo as cotações em reais dos produtos. Segundo levantamento da Scot Consultoria, em fevereiro, os fertilizantes nitrogenados caíram, em média, 0,5% na comparação com o mês anterior. 

A ureia agrícola, por exemplo, ficou cotada, em média, em R$1.786,29 por tonelada, sem o frete, em São Paulo, uma queda de 0,8% frente a janeiro último. Para os adubos fosfatados os recuos médios foram de 0,4% em fevereiro, na comparação mensal.

Somente o cloreto de potássio registrou alta de 0,6% no mesmo período. O momento é favorável para a compra do insumo por parte do pecuarista para adubação das pastagens. A expectativa é de mercado frouxo até março/abril quando a demanda interna começa a aumentar considerando as compras para o plantio da próxima safra de verão (2019/2020).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink