Logística e armazenagem

Logística e armazenagem: Brasil perde 34 milhões de toneladas de grãos

De acordo com o especialista em logística Renato Pavan
Por: -Leonardo Gottems
898 acessos

De acordo com o especialista em logística Renato Pavan, o Brasil perde cerca de 34 milhões de toneladas de grãos anuais por falta de uma estrutura adequada de armazenagem em todas as etapas da cadeia produtiva do agronegócio. “O ponto mais crítico da falta de armazéns está nas fazendas, uma vez que hoje apenas 14% da produção agrícola brasileira é armazenada nelas, enquanto nos Estados Unidos esse percentual chega a 65%”, ressalta.

Falando no seminário Infraestrutura de Transportes e Logística: Visão dos Usuários, Pavan mostrou cálculos segundo os quais o custo da tonelada de grãos transportada de Sorriso, no Mato Grosso, até o porto de Santos é de US$ 102. Para efeito de comparação com os principais concorrentes, nos Estados Unidos essa despesa não passa de US$ 51, enquanto na Argentina sai por US$ 79.

“Está em negociação pelo governo argentino a construção de uma ferrovia de 1.200 quilômetros ligando as regiões produtoras de grãos com os portos no Chile, que deve aumentar a competitividade dos grãos argentinos, além de facilitar o acesso aos mercados asiáticos, pela facilidade de navegação pelo Pacífico. Com isso, a Argentina deve ultrapassar o Brasil em termos de ações para reduzir os custos logísticos, beneficiando sobretudo a sua produção de grãos”, exemplificou. 

O Seminário foi promovido pela Abag (Associação Brasileira do Agronegócio), Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), Anut (Associação Nacional dos Usuários do Transporte de Cargas) e Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink