Lucro do BB vai permitir prorrogar dívida dos agricultores

Agronegócio

Lucro do BB vai permitir prorrogar dívida dos agricultores

Os US$ 3 bilhões de lucro do Banco do Brasil deverão contribuir para prorrogar as dívidas dos agricultores
Por: -Admin
9 acessos

Os US$ 3 bilhões de lucro do Banco do Brasil (BB) deverão contribuir na flexibilidade da entidade em prorrogar financiamentos de custeio e de investimento, diante da maior seca dos últimos 20 anos. Hoje o BB atende 1,5 milhão de clientes rurais e 3 mil empresas do setor agropecuário, sendo 80% de pequenos agricultores.

O vice-presidente do Banco do Brasil de agronegócio e governo, Ricardo Conceição, disse que há excesso de recursos para o custeio da soja (30%). Outros segmentos como o milho receberam 15%, bovinos 8,5%, arroz 6,27%, algodão 5,9% e 2,85% em café.

Já foram liberados R$ 600 milhões para o trigo, visando amenizar os 150 mil pedidos de Proagro. “A tempestade sempre passa”, lembra Conceição dos duros momentos antes da negociação das dívidas em 2001. Cerca de mil especialistas temporários estão sendo contratados para encaminhar o processo de renegociação dos prejuízos devido à seca, em que serão avaliados os prejuízos e uma forma de harmonizar o processo. O orçamento da nova safra é de R$ 25 bilhões.

Estratégia definida:

Uma boa visão da qualidade do Planejamento do Ministério da Agricultutra, Pecuária e Abastecimento (Mapa) foi mostrada pela apresentação do secretário de Política Agrícola, Ivan Wedekin, em São Paulo (SP). Ele organizou uma estratégia definida que conta com os 10 Cs, onde se destacam o capital, comércio e condução do mercado. Para se ter uma idéia da escassez de recursos com que o Mapa precisa trabalhar, o governo disponibiliza apenas R$ 2,00 por tonelada de produção no Brasil. Por isso, este corte de despesas expõe o país a uma nova crise de sanidade e aftosa, que autoridades, políticos e lideranças tem obrigação de denunciar.

Assim é importante a aplicação do processo criativo de financiamentos e garantias criado pela equipe do secretário. Os novos títulos respaldados pela lei 11.076 de 30 de dezembro de 2.004 oportunizam a aplicação das LCA para empresas que operam com securitização, CDCA Certificados para financiar pessoa jurídica e cooperativas e CRA para ser utilizado por bancos e cooperativas de crédito.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink