Lula pede que iniciativa privada invista mais em pesquisa
CI
Agronegócio

Lula pede que iniciativa privada invista mais em pesquisa

O presidente destacou que o setor privado ocupa apenas 10% do setor de pesquisas
Por:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou nesta quinta-feira (08-02), no lançamento da Política Nacional de Biotecnologia, que os empresários precisam investir mais em pesquisas científicas, como informa a Agência Brasil (órgão oficial de imprensa do governo federal).

"Um país que figura entre as 15 maiores economias do mundo, capaz de produzir aviões e biocombustíveis renováveis, não pode ter apenas 10% do seu poder científico sob a responsabilidade do setor privado. É preciso que essa participação se amplie, e muito", afirmou o presidente, segundo publicou a agência.

Para o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, a iniciativa privada ainda está "acordando" para as vantagens da inovação tecnológica.

Ele citou o exemplo de editais lançados em agosto de 2006 pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), ligada ao ministério. Os editais eram para que empresas privadas apresentassem projetos em três áreas da biotecnologia que seriam financiados pelo governo. Dos R$ 90 milhões destinados aos projetos, apenas a metade do valor foi utilizada.

"Nosso sistema empresarial ainda está acordando para essa questão da inovação. Está acordando para o fato de que com a inovação terá novos produtos para competir em uma escala global", disse o ministro, após o lançamento do programa. "As empresas estão percebendo que é preciso contratar pesquisadores com mestrado e doutorado e interagir com universidades", acrescentou.

O ministro da Agricultura, Luiz Carlos Guedes, informou que a Embrapa e a iniciativa privada estão analisando a criação de uma empresa para estudos biotecnológicos, a primeira parceria com essas características no Brasil. No entanto, o ministro afirmou que ainda é preciso resolver entraves jurídicos.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink