Lula só confirma medidas de apoio ao Rio Grande do Sul

Agronegócio

Lula só confirma medidas de apoio ao Rio Grande do Sul

Nenhuma nova medida foi anunciada para o combate à seca no RS pelo presidente Lula, que esteve em ontem em Erechim
Por:
1 acessos

Nenhuma nova medida foi anunciada para o combate à seca no Rio Grande do Sul pelo presidente Lula, que esteve em ontem em Erechim. Lula somente oficializou o R$ 1,2 bilhão anunciados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), na última sexta-feira (11-03), e enumerou os projetos desenvolvidos pelos ministérios da Agricultura e Integração Nacional. Os governos federal e estadual também não avançaram nas negociações para a criação do fundo paritário que pretende beneficiar 100 mil famílias não atendidas pelo Pronaf.

Antes dos discursos de Lula e do governador do Estado, Germano Rigotto, o coordenador da Fetraf-Sul, Altemir Tortelli, lançou um desafio: de a União entrar com R$ 600,00 para cada uma das 200 mil famílias e o Estado com, pelo menos, R$ 300,00, o que representaria repasse federal de R$ 120 milhões e de R$ 60 milhões pelo Executivo gaúcho. Lula preferiu não se comprometer, mas garantiu: "Vou estudar com carinho, mas se não der para fazer isso, com a mesma relação de amizade que temos há 20 anos, volto aqui para dizer que não será possível atender porque preciso ter com vocês a mesma relação que com meus filhos, não mentir", afirmou.

Rigotto pediu prazo de 14 dias para analisar, em parceria com o governo federal, a proposta. Ele disse ter conversado com o ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, sobre a possibilidade de repasse de recurso do Fundo de Amparo ao Trabalhador para o fundo.

Rigotto já definiu que o rebate do Troca-troca, cujas parcelas vencem a partir de maio, será proporcional às perdas. O ministro do MDA, Miguel Rossetto, garantiu que até maio todos os agricultores receberão a indenização do seguro agrícola que cobre renda e quita finacinamentos. O ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, garantiu estar empenhado 24 horas por dia na melhora da situação dos produtores gaúchos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink