Maia mobiliza Congresso contra protecionismo de Trump
CME MILHO (SET/20) US$ 3,076 (-1,22%)
| Dólar (compra) R$ 5,41 (1,29%)


EFEITO TRUMP

Maia mobiliza Congresso contra protecionismo de Trump

Novas taxas dos EUA para importação de aço e alumínio prejudicam o Brasil
Por: -Leonardo Gottems
434 acessos

Presidente da Câmara dos Deputados e pré-candidato à disputa presidencial, Rodrigo Maia (DEM-RJ), coordena uma espécie de “reação” do Congresso Nacional brasileiro às novas taxas para importação de aço e alumínio impostas pelo governo norte-americano. 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que as tarifas passariam de 0,9% para 25% sobre o aço e de 2% para 10% sobre o alumínio, sob a justificativa de “preservação da segurança nacional”. A medida prejudica diretamente o Brasil, que é um dos principais exportadores desses produtos. As perdas, segundo a Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), podem chegar a mais de R$ 500 milhões. 

Em resposta à decisão de Trump, nessa última quarta-feira (12.03) Maia chancelou a elaboração de um decreto legislativo assinado por Fábio Garcia, deputado do Democratas de Mato Grosso. Se for aprovada, a medida suspenderá todos os descontos nas tarifas do etanol importado dos EUA, que seria taxado ao entrar no País.

Segundo o projeto de decreto legislativo, o objetivo é “sustar a resolução da Camex (Câmara de Comércio Exterior) que altera a Lista Brasileira de Exceções à Tarifa Externa Comum do Mercosul referente aos produtos com um teor de água igual ou inferior a 1% vol (álcool etílico)”. O texto ainda justifica que “os EUA podem vender no Brasil 600 milhões de litros de etanol por ano sem pagar tarifa de importação de 20%”.

Maia tem o objetivo de aprovar o decreto na Câmara e no Senado, caso os norte-americanos mantenham a decisão de impor sobretaxas à importação do aço e alumínio brasileiros. Vale lembrar que o texto precisa de aprovação com maioria simples nas duas Casas, ou seja, da maior parte dos votantes em plenário.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink