Maior exportador de café do mundo, MG vai intensificar produção gourmet
CI
Imagem: Pixabay
CAFÉ

Maior exportador de café do mundo, MG vai intensificar produção gourmet

Café registrou uma receita de R$ 21 bilhões em 2020
Por: -Lucas Rivas

Responsável por quase 35% do faturamento agrícola do Valor Bruto da Produção (VBP) de Minas Gerais, o café registrou uma receita de R$ 21 bilhões em 2020. O crescimento foi de 55% em relação a 2019. Embora o estado mineiro busque diversificar a exportação de commodities, o café seguirá como protagonista. 

“Somos o maior exportador de café do mundo. Se fossemos um país, seriamos líder. A nossa perspectiva é buscar novos mercados com um café gourmet. Além disso, trabalhamos para melhorar a qualidade do café que consumimos, sendo que a gente já encontra variedades de alto nível em boa parte”, afirmou o superintendente de Economia e Inovação Agropecuária da Secretaria Estadual da Agricultura, Carlos Eduardo Bovo.

Em 2020, o VBP agropecuário de MG alcançou o recorde de R$ 96,1 bilhões, registrando crescimento de 27% em relação ao ano anterior. O indicador representa uma estimativa da geração de renda no meio rural. Minas Gerais encerrou o ano na quarta posição no ranking, respondendo por 11% do VBP nacional. Mais da metade do faturamento mineiro (63,6%) veio das lavouras.

A soja, que ocupa o segundo lugar de destaque no VBP mineiro, alcançou uma receita de R$ 13,6 bilhões, incremento de 65,9% na comparação com o ano anterior.

A pecuária fechou o ano com crescimento de 23,4%, com receita de R$ 35 bilhões. Os produtos pecuários que se destacaram foram bovinos (+22%), leite (+10,7 %), ovos (+6,3%) e frango (+0,7%).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink