Mais Alimentos: R$ 27 milhões em negócios na Agrishow 2011

Agronegócio

Mais Alimentos: R$ 27 milhões em negócios na Agrishow 2011

O montante refere-se a 300 propostas apresentadas ao Banco do Brasil nos cinco dias da feira
Por:
1899 acessos
Os agricultores familiares ampliaram em seis vezes os negócios fechados por meio do Programa Mais Alimentos na edição 2011 da Agrishow - Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, em Ribeirão Preto (SP). Na edição deste ano, encerrada na última sexta-feira (9), foram negociados cerca de R$ 27 milhões. O montante refere-se a 300 propostas apresentadas ao Banco do Brasil nos cinco dias da feira. Em 2010, cerca de 200 projetos recebidos pelo Banco significaram R$ 4 milhões em negócios.


Este foi o segundo ano de participação do MDA na Agrishow. Em 2011, o estande do Mais Alimentos ocupou 1.800 m², no qual estiveram expostos produtos financiados pelo Programa, entre implementos agrícolas e de irrigação e drenagem.

O coordenador do Mais Alimentos, Francisco Hercílio Matos, disse que a participação do Mais Alimentos no evento deve ser dimensionada para além dos R$ 27 milhões em contratos, mas na importância política de um espaço específico da agricultura familiar em umas das feiras tecnológicas agrícolas mais importantes da América Latina. “Mostra principalmente a importância do Mais Alimentos para o fortalecimento da agricultura familiar, por meio de uma linha voltada para a modernização acelerada, tendo em vista, o papel estratégico da agricultura familiar no abastecimento de alimentos”.

Sobre o Programa

Linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) criada em 2008, o Mais Alimentos promove a modernização produtiva das unidades familiares agrícolas de todo o Brasil. O Programa atende projetos individuais (até R$ 130 mil) e coletivos (até R$ 500 mil), com juros de 2% ao ano, até três anos de carência e prazo de até dez ano para pagamento do empréstimo.


O Programa financia máquinas, implementos agrícolas, colheitadeiras, veículos de transporte de carga, projetos para construção de armazéns e silos, cerca elétrica para isolamento do rebanho, melhoramento genético, correção de solo, formação de pomares e melhoria da logística administrativa das propriedades rurais, como a informatização dos estoques, entre outras ações.

Novas colheitadeiras
Durante a Agrishow, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, lançou duas novas categorias de produtos do Programa Mais Alimentos: três colheitadeiras de café e uma de cana-de-açúcar e fez a entrega do caminhão de número 2.200 financiado pelo Mais Alimentos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink