Mais chuvas atingem áreas de pastagens da Argentina
CI
Agronegócio

Mais chuvas atingem áreas de pastagens da Argentina

Por:
Chuvas encharcaram áreas de pastagens na região central da Argentina no fim de semana, forçando os animais a migrarem para áreas mais altas e aumentando os temores de que novas tempestades levem os produtores a postergarem o plantio da safra de soja do país.


Enchentes na principal província agrícola, Buenos Aires, provavelmente irão piorar com as chuvas previstas para esta segunda e terça-feira, apontam meteorologistas, alertando produtores quanto aos riscos para a soja, o milho e o trigo.

O trigo do ciclo 2012/13 da Argentina já está em desenvolvimento. Os produtores começaram o plantio de milho, enquanto a de soja começa a ser semeada neste mês.

"O risco para as lavouras é pequeno até o momento porque a maior parte das inundações está em áreas de pastagens", disse Eduardo Sierra, assessor para meteorologia da Bolsa de Grãos de Buenos Aires.

Sierra afirmou que o encontro de uma frente de calor do nordeste com a frente fria do sudoeste no começo desta semana pode provocar chuvas mais fortes no noroeste de Buenos Aires e o nordeste de La Pampa.

"Eles precisam de boas condições naquela área, onde o plantio do milho e da soja está só começando", disse Sierra.

Os produtores argentinos plantaram cerca de 10 por cento da área prevista para 2012/13, informou a Bolsa de Buenos Aires, estimada em 3,4 milhões de hectares.

(Reportagem de Hugh Bronstein)

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink