Mais de 1800 estudantes visitaram Embrapa Agrossilvipastoril em 2016

Agronegócio

Mais de 1800 estudantes visitaram Embrapa Agrossilvipastoril em 2016

As visitas são guiadas e contam com uma abordagem adaptada ao perfil do público
Por:
504 acessos

Uma visita de alunos do ensino médio das escolas Edeli Montovane e Olímpio João Pissinati Guerra encerrou a programação de 2016 do projeto do Sítio Tecnológico da Embrapa Agrossilvipastoril, em Sinop (MT). Ao longo do ano, 1.834 estudantes de Sinop e região conheceram o centro de pesquisa.

As visitas são guiadas e contam com uma abordagem adaptada ao perfil do público. Em 2016, a maior parte dos visitantes era do ensino fundamental e médio, somando 1.411 crianças e adolescentes. Alunos de escolas técnicas e de universidades também conheceram a Embrapa Agrossilvipastoril.

Para o público infantil, a programação das visitas contou com novidades neste ano. Uma delas foi o lançamento do jogo virtual Trilha Ecológica, no qual as crianças podem aprender sobre preservação do meio ambiente jogando online em um ambiente que simula a trilha ecológica que percorrem na Embrapa.

De acordo com a responsável pelo projeto e supervisora do Núcleo de Comunicação Organizacional da instituição, Ana Cristina dos Santos, também foram introduzidas novas dinâmicas no atendimento às visitas, como o mapa do conhecimento, um grito de guerra e leitura de trechos da cartilha ilustrada do Sítio Tecnológico, lançada em 2015.

Por meio de uma parceria entre Embrapa, Indea e UFMT, estudantes e estagiários foram capacitados para atuarem como guias nas visitas. A parceria ainda ampliou as ações de educação ambiental por meio de atividades voltadas para a conscientização sobre a preservação de abelhas sem ferrão.

Ao longo do ano, 37 pessoas atuaram como monitores, sendo 24 empregados, 11 estagiários e um parceiro institucional.

Para a professora Conceição Santo Longo, da escola Olimpio João Pissinati Guerra, a visita à Embrapa além de trazer informações sobre a pesquisa agropecuária e sobre a educação ambiental, é uma forma dos alunos conhecerem melhor a atuação de diferentes profissionais.

"Como já são alunos do ensino médio, muitos deles são curiosos para entender como que alguém da área de agronomia formado pode atuar", exemplifica.

Continuidade

Em 2017 o projeto do Sítio Tecnológico terá continuidade. Cristina Santos explica que um dos objetivos é o de equipar a Casa do Meio Ambiente, construída para dar apoio a atividades de visitas e de Transferência de Tecnologia.

"Também queremos trabalhar em conjunto com os pesquisadores para conciliar atividades de popularização da ciência dos projetos de pesquisa com as visitas ao Sítio", afirma Cristina Santos.

Para visitar a Embrapa Agrossilvipastoril as escolas, públicas ou privadas, devem fazer agendamento prévio por meio do site www.embrapa.br/agrossilvipastoril. O calendário com as datas disponíveis para as visitas é disponibilizado no mês de março.

O projeto do Sítio Tecnológico é um desdobramento local do projeto corporativo Embrapa Escola, que em todo o país leva o conhecimento da Embrapa para estudantes do ensino fundamental e médio.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink