Mais de 55% dos registros estão em MT

Agronegócio

Mais de 55% dos registros estão em MT

Doença compromete a produtividade das plantas e traz sérias perdas econômicas
Por:
2529 acessos
Dos 43 casos de ferrugem asiática já confirmados pelo Consórcio Anti-Ferrugem nas lavouras de soja da safra 2011/12 no país, 19 estão em Mato Grosso. O Estado, que é o maior produtor nacional do grão e o 8° do mundo, lidera o registro da doença e responde por 55,8% das confirmações. Até o final da tarde desta quarta-feira (11), Lucas do Rio Verde (350 quilômetros ao norte de Cuiabá) contabilizava seis focos da doença, sendo o município com a maior concentração.


A doença está presente em Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Campo Verde, Primavera do Leste, Tapurah, Querência e Campo de Júlio. O primeiro foco, ocorrido cerca de 20 dias antes do que foi na safra passada, foi encontrado em uma lavoura comercial de Sinop (503 quilômetros ao norte de Cuiabá) e confirmado no último dia 2. A ferrugem é causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi. A doença compromete a produtividade das plantas e traz sérias perdas econômicas ao produtor, visto que demanda mais fungicidas do que o habitual – quando se faz a prevenção ao fungo – e se colhe menos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink