Mais de 98% das exportações mato-grossenses vieram do ‘campo’
CI
Agronegócio

Mais de 98% das exportações mato-grossenses vieram do ‘campo’

Segmento agropecuário faturou sozinho US$ 10,10 bilhões
Por:
De acordo com o Mapa, de uma receita de US$ 10,16 bi, US$ 10,10 bi é ‘agro’


As exportações mato-grossenses de produtos do agronegócio representam 98,5% da receita total dos embarques realizados de janeiro a novembro deste ano. No período, as vendas externas do Estado atingiram US$ 10,26 bilhões – recorde histórico – e o segmento agropecuário faturou sozinho US$ 10,10 bilhões, especialmente com as vendas dos complexos soja e carnes e de milho.


Conforme dados divulgados ontem pelo Ministério da Agricultura, a receita obtida por meio dos produtos originados no campo está 31,67% maior quando comparada ao acumulado em igual período do ano passado, US$ 7,67 bilhões. Com este incremento, Mato Grosso que representava 10,90% do total exportado pelo Brasil, neste segmento, passou a uma fatia de 11,54%, mas mantém desde o ano passado o quatro lugar do ranking nacional dos estados brasileiros, liderado por São Paulo e seguindo pelo Paraná e Rio Grande do Sul.

As exportações nacionais do agronegócio registraram novo recorde, como destaca o Mapa, a balança comercial do agronegócio já ultrapassou a meta prevista para fechar este ano, que era de US$ 85 bilhões. Segundo o levantamento, o valor acumulado de janeiro a novembro de 2011 é de US$ 87,57 bilhões, 24,4% superior ao registrado no mesmo período de 2010.


Na comparação anual entre o desempenho dos embarques em novembro deste ano, ante igual mês de 2010, há evolução de 81%, com receita passando de US$ 557,94 milhões para US$ 1,01 bilhão.

De acordo com o Mapa, a expansão observada em todos os grandes exportadores brasileiros se deve, principalmente, à elevação do preço médio das cotações dos produtos, que subiu em todos os principais setores do agronegócio. A quantidade exportada teve elevação em somente dois dos cinco principais setores: complexo soja (+8,0%) e café (+1,4%). Isso coloca o complexo soja como principal setor das exportações, com US$ 22,95 bilhões e elevação de 38,9% no ano.

Em Mato Grosso, as exportações do complexo soja são o carro chefe da pauta e representam 62,74% do total de negócios acumulados até novembro deste ano. No entanto, as vendas de cortes de aves superaram pela primeira vez na história as vendas de cortes bovinos. Foram 196 mil toneladas de aves exportadas para 163,07 mil de carne bovina. O complexo carnes segue como terceiro maior produto da pauta estadual, atrás do milho.


O complexo soja registra negócios de US$ 6,43 bilhões, com alta de 29,6% na receita para apenas 0,9% em volume físico, em comparação ao acumulado de 2010. Os destaques ficam para o grão e óleo, com valorizações de valores em 37,8% e 63,2%, respectivamente. O segundo produto mais vendido até novembro é o milho com 15,19% de participação no total estadual, cuja receita soma US$ 1,55 bilhão, valorização de 53,7% em valor e alta de 5,3% em volume embarcado. O complexo carnes, com participação de 12%, soma US$ 1,23 bilhão, alta de 21% em valor e de 3,3% em volume. Os cortes bovinos tiveram valorização de 17% e redução de 8,6% no volume. As aves ascenderam em mais de 46% a receita e em 25% em volume. Suínos, que desde junho amargam o peso do embargo imposto pela Rússia, fecham o período com queda de 48% no faturamento de 47% nos embarques.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.