Mais de três mil animais serão ofertados no 1º Grande Leilão de Rondonópolis

Agronegócio

Mais de três mil animais serão ofertados no 1º Grande Leilão de Rondonópolis

O evento é realizado pela empresas Aroeira Leilões e Programa Leilões MT
Por:
1843 acessos
Pecuaristas de todo o Brasil poderão adquirir animais de boa procedência no 1º Grande Leilão de Gado de Corte de Rondonópolis e Região, no próximo domingo (28-11), no parque de Exposições Wilmar Peres de Farias, em Rondonópolis (MT), a partir do meio dia, horário local. Serão ofertados mais de três mil animais para cria, recria e engorda. O evento é realizado pela empresas Aroeira Leilões e Programa Leilões MT.

Segundo o zootecnista e sócio proprietário da Aroeira, Luis Claudio Matos Pinto, o gado foi selecionado por criatórios conhecidos, que investem na valorização das características de real importância ao produtor de carne bovina, como ganho de peso, fertilidade e precocidade.

“A modalidade do nosso leilão é diferenciada, pois nosso leilão não é só presencial, nós teremos lotes no recinto e lotes virtuais filmados nas fazendas, os compradores têm a oportunidade de fazer aquisições dos lotes virtuais embarcando esses animais da propriedade do vendedor direto para sua fazenda, evitando assim o estresse do animal”, afirma Luis Claudio.

Ainda segundo o zootecnista, o mercado está propício para novas aquisições em função do crescimento de demanda por boi gordo, que vem ocorrendo a cerca de um ano e meio. Na última década houve um abate precoce no rebanho brasileiro em decorrência do melhoramento genético, manejo de pastagens, adubações de pastos, sanidade do nosso rebanho e também devido implantação de tecnologias nutricionais de ponta, com suplementação protéica, semi-confinamento e o próprio confinamento. O investimento faz com que os animais sejam abatidos entre dois anos e dois anos meio, existindo um aumento na taxa de desfrute.

A seca prolongada também é outro fator que influencia na falta de boi gordo no mercado brasileiro, refletindo diretamente no aumento da arroba. Segundo o sócio proprietário da Aroeira, Luis Claudio, a arroba nesse ano chegou a R$ 108 em Rondonópolis, e atualmente está em R$ 98.

“O mercado varejista coloca um acréscimo de até 120%. Nos frigoríficos o aumento da arroba chega a 28%, o que não é tão assustador e a população com o aumento da renda do brasileiro tem condições de pagar um pouco mais. Mas infelizmente os mercados varejistas, grandes redes supermercados, fazem um aumento de mais de 100%, pesquisas apontam esse percentual no mercado da nossa Capital”.
 
As informações são de assessoria de imprensa.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink