Mais um dia de baixa demanda e preços estáveis para o feijão

Agronegócio

Mais um dia de baixa demanda e preços estáveis para o feijão

As ofertas de feijão carioca somaram 19.500 sacas nesta quarta-feira (15), cerca de 20% inferiores à semana passada
Por:
222 acessos

Mais um dia de baixa demanda no atacado paulista e preços estáveis. As ofertas de feijão carioca na Bolsinha/SP somaram 19.500 sacas nesta quarta-feira (15), cerca de 20% inferiores ao mesmo período da semana passada. Por outro lado, o interesse de compras somou cerca de apenas 4.900 sacas, com a relação demanda/oferta descendo a 25%, contra 49% de média nos últimos trinta dias. No acumulado desta semana, a disponibilidade de carioca no atacado paulista é 14% inferior à semana passada, porém encontrando um interesse de compras 63% mais baixo.

Apesar disso, o grão extra permanece cotado entre R$ 90,0 a 95,0/saca, gerando um nível máximo entre R$ 70,0 a 75,0/saca para o melhor padrão em Goiás. No Paraná, maior produtor nacional de segunda safra, o carioca é comercializado na média de R$ 65,70/saca e o feijão preto ao redor de R$ 68,60/saca. A demanda por feijão preto no atacado paulista também continua muito fraca, com ofertas de 1.700 sacas nesta quarta-feira e sobras reportadas em 1.400 sacas.

As expectativas são grandes para o segundo leilão de PEP, a ser realizado nesta quinta-feira (16) pela Conab. O prêmio de escoamento foi divulgado pelo órgão em R$ 8,16/saca para o feijão de Goiás, Distrito Federal e Minas Gerais. Para o Paraná e Santa Catarina o prêmio foi definido em R$ 6,90/saca. Para o Rio Grande do Sul o órgão pagará o prêmio máximo de R$ 7,62/saca. Os consumidores de qualquer parte do País que adquirirem feijão nestes Estados ao preço mínimo de R$ 80,0/saca e que participarem do leilão, terão direito aos referidos prêmios de escoamento.

Destaca-se que o feijão adquirido não poderá ser escoado a nenhum dos Estados contemplados pelo mecanismo. Nada descarta a possibilidade da baixa demanda nestes últimos dias no atacado paulista ser reflexo da preferência dos consumidores em adquirir o produto através do PEP. É o que confirmaremos ou não nesta quinta-feira, dependendo do interesse dos consumidores pelo leilão.

Veja tabela de dados em:
http://www.faeg.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=2003&Itemid=112

A análise de mercado de feijão é realizada diariamente pela Gerência de Estudos Técnicos e Econômicos da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink