Mancha Amarela pode desenvolver resistência à fungicida

PREOCUPAÇÃO

Mancha Amarela pode desenvolver resistência à fungicida

"Atualmente há uma hipótese que nós estamos tentando confirmar"
Por: -Leonardo Gottems
1525 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

O fungo Drechslera tritici-repentis, causador da doença popularmente conhecida como Mancha Amarela da Folha do Trigo, pode estar desenvolvendo resistência aàs estrobirulinas, fungicidas que reagem com substâncias lipídicas da superfície da planta. De acordo com Marcelo Carmona, professor e pesquisador da Faculdade de Agronomia da Universidade de Buenos Aires, a hipótese ainda está sendo pesquisada. 

“Atualmente há uma hipótese, que nós estamos tentando confirmar na Faculdade de Agronomia, de casos que estamos encontrando em campos de aplicações em que o fungicida não está funcionando. Acreditamos que pode ser, mas não temos base científica ainda”, comenta. 

Segundo ele, é muito mais fácil analisar esse tipo de caso quando o produto é um herbicida ou inseticida, nos quais tanto o produtor quanto o agrônomo, conseguem identificar visivelmente as populações agressoras. Nesse caso do Drechslera tritici-repentis, como se trata de um fungicida, ele explica que toda e qualquer aplicação deve ser feita com base em estudos dos sintomas da planta e não em um padrão de comportamento. 

“No entanto, nós queremos dizer sempre que tratar as enfermidades de acordo com o a fenologia é uma técnica errônea, pois as enfermidades não respondem sempre da mesma maneira, elas demonstram sintomas e essa é a maneira que o produtor pode quantificar de forma direta a população de fungos”, indica. 

Para finalizar ele explica que pequenas doses, ou doses divididas, não são eficazes. “Temos que tomar decisões baseadas em estudos e não dividir as doses como estávamos fazendo, porque dividir a dose dá o dobro de tempo para que aqueles indivíduos que estão se tornando resistentes tenham a chance de multiplicar a sua população”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink