Agronegócio

Mandioca/Cepea: Cotações sobem com demanda elevada e baixa oferta

As cotações da mandioca subiram pela quarta semana consecutiva nas regiões acompanhadas pelo Cepea.
Por:
677 acessos

As cotações da mandioca subiram pela quarta semana consecutiva nas regiões acompanhadas pelo Cepea. Com clima favorável, agricultores continuaram postergando a colheita e priorizando o plantio da safra 2016/17 na última semana, diminuindo, assim, a oferta da raiz para as indústrias de fécula e de farinha. A demanda, por sua vez, continuou firme no mesmo período, influenciada pela melhora nos mercados de derivados.

Nesse cenário, entre 20 e 24 de junho, o valor médio a prazo da tonelada da raiz posta fecularia foi de R$ 313,61 (R$ 0,5454 por grama de amido na balança hidrostática de 5kg), aumento de 4,2% frente à média anterior. Em quatro semanas, a média acumulou alta de 10%. Agricultores acreditam que o plantio deve continuar sendo prioridade nos próximos meses, mesmo com menor área plantada. Deste modo, a oferta deve continuar abaixo da demanda industrial, mantendo, assim, os preços em patamares ainda elevados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink