Mapa apoia treinamento sobre praga de cacaueiro

Cacaueiro

Mapa apoia treinamento sobre praga de cacaueiro

Técnicos do Departamento de Sanidade Vegetal coordenam curso em Rondônia
Por:
67 acessos

A partir de hoje (19), até 26 (segunda-feira), em Porto Velho, Rondônia, auditores fiscais federais agropecuários que atuam no Acre, Pará e Rondônia, fiscais estaduais do Acre, Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná e Rondônia, e representantes do Instituto de Cultivos Tropicais (ICT) do Peru participam do Curso de Emergência Fitossanitária em Monilíase do Cacaueiro. 

A Monilíase afeta os frutos do cacau, cupuaçu, cacauí e cupuí destruindo suas sementes e gerando perdas de até 100% dos frutos produzidos. A praga causada pelo fungo Moniliophtora roreri não existe no Brasil, mas já é encontrada no Peru e Bolívia.

Os técnicos participarão de palestras sobre sanidade vegetal, manejo integrado de pragas e vigilância fitossanitária nas fronteiras do país, além da simulação de ações que integram o Plano de Contingência da Monilíase do Cacaueiro, no caso de ocorrência da praga, estabelecido pelo Ministério da Agricultura por meio da Instrução Normativa nº 13/2012.

O curso é promovido pela Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastorial de Rondônia (IDARON), sob coordenação técnica do Departamento de Sanidade Vegetal (DSV) do MAPA, e participação de palestrantes do Laboratório Nacional Agropecuário de Goiás, da Embrapa, da Superintendência Federal de Agricultura de Mato Grosso do Sul e da Superintendência da Lavoura Cacaueira (CEPLAC) da Bahia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink