Mapa autoriza prorrogação de vacinação contra aftosa no MA

Agronegócio

Mapa autoriza prorrogação de vacinação contra aftosa no MA

Devido às fortes chuvas comerciantes têm dificuldade de vender as doses
Por:
1184 acessos
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) autorizou a prorrogação da primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa do Maranhão para até o dia 15 de junho. O adiamento do prazo para o encerramento da campanha, que terminaria nesta terça-feira (31), foi solicitado ao Mapa, pela Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA), em consequência das fortes chuvas que estão mais intensas em algumas regiões do estado.


O diretor geral da Aged, Fernando Lima, informou que o pedido de prorrogação da campanha ao Ministério foi feito na segunda-feira (30). “Emitimos um relatório técnico ao Mapa e comprovamos que, devido às fortes chuvas, em algumas regiões do estado, os comerciantes estão com dificuldade de comercializar a doses de vacina, os criadores em comprar as vacinas e no manejo dos seus animais”, explicou. “Em outras regiões, a campanha aconteceu normalmente, com índices de cobertura vacinal acima da média das campanhas anteriores”, esclareceu.

Fernando Lima informou que a prorrogação contempla o prazo para que os criadores comprovem a vacinação de seus animais contra a febre aftosa junto à Aged-MA. Inicialmente, este prazo seria finalizado dia 15 de junho. “O criador que, ainda, não vacinou seus animais terá mais 10 dias para comprovar essa vacinação nos escritórios da Agência de Defesa Agropecuária”, acrescentou o diretor geral da agência agropecuária.


A Instrução Normativa nº 44 de 2 de outubro de 2007 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento diz que qualquer antecipação ou prorrogação das campanhas de vacinação somente poderá acontecer se houver autorização do ministério. A solicitação ao Ministério deve ser fundamentada em parecer técnico do serviço de veterinária oficial no estado, que no caso do Maranhão, é a Aged.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Cláudio Azevedo, informou que a Aged, que é um órgão estadual vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), intensificará as ações de divulgação da campanha e a realização dos dias de campo para conscientização dos criadores, com foco nas regiões que apresentaram um menor índice de cobertura vacinal, como é o caso das regionais de Itapecuru Mirim, Zé Doca, São João dos Patos, Pinheiro, Chapadinha e Viana.


“É preciso que o criador aproveite a prorrogação do prazo para vacinar seu rebanho e comprovar a vacinação nos escritórios da Aged, pois em julho teremos uma auditoria do Mapa e é fundamental que o Maranhão alcance uma cobertura vacinal acima de 90%”, ressaltou Cláudio Azevedo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink