Mapa elabora plano preventivo para evitar ingresso de nova praga que afeta bananeiras

Banana

Mapa elabora plano preventivo para evitar ingresso de nova praga que afeta bananeiras

Fungo ainda não foi detectado no continente americano, mas tem causado perdas a plantações na Ásia, Oriente Médio e em Moçambique
Por:
626 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Instrução Normativa nº 43, publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (22), cria o Plano Nacional de Contingência para ações preventivas e emergenciais de contenção, supressão e erradicação de focos da praga Fusarium oxysporum f.sp cubense raça 4 tropical - Foc R4T, causador da murcha de Fusarium em bananeira.

Essa nova raça do fungo (raça 4 tropical) tem causado perdas no sul da Ásia, Oriente Médio e Moçambique, sendo considerada a maior ameaça para a cultura da banana no mundo. Além das variedades prata e maçã, ainda afeta as variedades nanica e nanicão. No continente americano, o fungo ainda não foi relatado e sua introdução pode trazer sérios problemas para a produção de bananas, um dos alimentos básicos considerado chave para a segurança alimentar da região.

Como até o momento não há variedades resistentes, a melhor medida de controle é a exclusão, ou seja, evitar que o fungo seja introduzido no país, de acordo com Paulo Parizzi, coordenador geral de Proteção de Plantas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

As medidas de prevenção foram desenvolvidas pelo Departamento de Sanidade Vegetal do Mapa, juntamente com a Embrapa Mandioca e Fruticultura, e envolve ampla campanha de conscientização dos produtores.

A conscientização será voltada tanto para produtores quanto para o público em geral quanto à importância de, em eventuais visitas a países com ocorrência da raça 4 tropical, se evitar a entrada de solo aderido à material vegetal, calçados e roupas, equipamentos ou qualquer outro objeto, uma vez que o solo pode ser uma via de entrada para o fungo. Além disso, deve-se evitar a introdução de mudas de bananeira sem as garantias fitossanitárias adequadas, porque mesmo mudas assintomáticas podem estar contaminadas.

Caso a raça 4 tropical seja detectada no país, medidas como erradicação de plantas, interdição de propriedades, restrição ao comércio de vegetais a partir das áreas com ocorrência do fungo deverão ser adotadas objetivando evitar a disseminação da praga para novas áreas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink