Mapa indica áreas para plantio de palma forrageira, mamão e caju
CI
Agronegócio

Mapa indica áreas para plantio de palma forrageira, mamão e caju

Estudo aponta os municípios que apresentam as melhores condições de plantio para as espécies
Por:

O zoneamento agrícola para as culturas de palma forrageira, no Rio Grande do Norte; de mamão, no Maranhão e Piauí; e de caju, no Maranhão; ganhou uma definição do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. As Portarias nº 302 a 305, que trazem as normas, foram publicadas nesta quinta-feira, 9 de setembro, no Diário Oficial da União. O estudo do Ministério da Agricultura aponta os municípios que apresentam as melhores condições de plantio para as espécies, como características do solo e clima.

A palma forrageira é uma cultura permanente muito utilizada para alimentação animal na região Nordeste. Multiplicada por meio de mudas, necessita de pouca água, tornando-se alternativa de forragem no semiárido. Os tipos mais comuns são a doce, a gigante e a redonda.

O mamão é originário da América Tropical. O Brasil é o maior produtor mundial dessa fruta, colhendo uma média de 1,89 milhão de toneladas por ano. Cultivado em quase todo o território, tem três variedades principais: comum, papaia e formosa. Os elementos climáticos que mais influenciam o mamoeiro são temperatura, umidade do ar e quantidade de água disponível durante o ciclo da cultura.

Já o caju assume papel cada vez mais significativo na economia nordestina, especialmente pelo aumento da demanda da castanha. O cajueiro é uma planta tropical, que exige condições de temperatura entre 22ºC e 32ºC, muita luminosidade e altitude inferior a 600 metros.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink