Mapa quer combater doenças transfronteiriças

Agronegócio

Mapa quer combater doenças transfronteiriças

A proposta será apresentada na XI Reunião Ordinária do Conselho Agropecuário do Sul, no Uruguai
Por: -Assessoria de Imprensa
4 acessos

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luís Carlos Guedes Pinto, vai participar quinta e sexta-feira próximas (16 e 17-11), em Montevidéu, da XI Reunião Ordinária do Conselho Agropecuário do Sul (CAS). O encontro, que reunirá ministros da agricultura dos países do Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), da Bolívia e Chile, vai discutir uma extensa agenda com destaque para as áreas de sanidade animal e vegetal.

Guedes vai propor a criação de um programa continental para o combate às enfermidades transfronteiriças, como a febre aftosa, que podem se propagar entre países. Os ministros avaliarão também a situação do programa regional Mercosul livre de aftosa.

Será apresentado um balanço da reunião do comitê executivo do IICA e sobre as tarefas encomendadas a Rede de Coordenação de Políticas Agropecuárias (REDPA) e seus grupos de trabalho sobre sistemas de informação em políticas agropecuárias, mercados, prognósticos de colheitas, manejo de riscos e seguros agropecuários, políticas públicas em biotecnologia, biossegurança e agroenergia. Já o Grupo Informal de Negociações Agrícolas (Gina Sur) apresentará um informe sobre a situação das negociações na Organização Mundial do Comércio (OMC).

Representantes de organismos internacionais vão avaliar o apoio do Banco Mundial às prioridades do CAS, especialmente em sanidade agropecuária, a situação do projeto BID/BPR,“Sistema de Informação Regional para o Desenvolvimento Agropecuário dos Países do Cone Sul”, bem como projetos do BID de apoio às prioridades regionais do CAS e do projeto integrado de ajuda da FAO, além da apresentação do estudo “Expansão da soja até 2015: desafios de política pública nos países do Mercosul”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink