Mapa quer reduzir a zero tarifa de importação de feijão

Agronegócio

Mapa quer reduzir a zero tarifa de importação de feijão

Proposta será apresentada nesta quinta (23) à Camex
Por:
707 acessos

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai propor a redução a zero da alíquota de importação de feijão, de qualquer país, à Câmara de Comércio Exterior (Camex), em reunião na tarde desta quinta-feira (23). Hoje a alíquota é de 10% na Tarifa Externa Comum (TEC), e o ministério proporá a inclusão do feijão na lista de exceções à TEC por um período de 90 dias. A China já é um dos tradicionais exportadores do grão ao Brasil e poderá se beneficiar com a medida.

Os países do Mercosul, como Paraguai e Argentina, já têm alíquota zero e, portanto, acesso livre ao mercado brasileiro. Com a alíquota zero para países fora do Mercosul, o Brasil vai ampliar as opções de importação do produto de forma a aumentar a oferta no mercado interno e consequente redução dos preços.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink