Mapa vai a Viena debater normas para evitar moscas-das-frutas
CI
Agronegócio

Mapa vai a Viena debater normas para evitar moscas-das-frutas

As moscas são uma das principais barreiras à exportação de frutas e outros vegetais hospedeiros da praga
Por:
A elaboração da proposta de norma internacional sobre locais e propriedades livres de moscas-das-frutas será o principal tema da reunião do Painel Técnico de Moscas-das-Frutas da Convenção Internacional de Proteção dos Vegetais (CIPV), realizada de hoje (1) até sexta-feira (5), em Viena (Áustria). As moscas são uma das principais barreiras à exportação de frutas e outros vegetais hospedeiros da praga. As larvas dessas moscas são conhecidas como bicho da goiaba ou de outra fruta que infestem.

As propostas do painel podem ser transformadas em Normas Internacionais de Medidas Fitossanitárias (NIMFs), depois de aprovadas pelo Comitê de Normas e pela Comissão de Medidas Fitossanitárias da CIPV. Duas propostas do painel já foram transformadas em NIMFs: a que trata de área livre de moscas-das-frutas e a de áreas de baixa prevalência de moscas-das-frutas.

Para o diretor de Programa da Área Vegetal, da Secretaria de Defesa Agropecuária, Odilson Ribeiro, que representa o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no encontro, o controle dessa praga por meio das diretrizes internacionais orienta o controle interno e facilita as exportações de frutas. “A proposta de norma internacional que sairá da reunião poderá facilitar o comércio do Brasil com outros países e os custos de instalação e manutenção de locais e propriedades livres de moscas-das-frutas são menores do que os relacionados às áreas livres”, afirmou Ribeiro, que também coordena o painel.

Alguns países, como a Costa Rica, já utilizam essa metodologia para exportação. Após a elaboração do documento serão realizadas novas análises e consultas aos 168 países membros da CIPV, da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), até a sua aprovação final, prevista para 2010.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.