Maranhão terá novo Código Ambiental

Agronegócio

Maranhão terá novo Código Ambiental

Por:
294 acessos

A governadora Roseana Sarney já determinou estudos para elaboração do novo Código Ambiental do Maranhão, anunciou, em Imperatriz, o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca, Afonso Ribeiro, durante solenidade de entrega de 15 computadores e 15 impressoras ao escritório regional da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), doação feita pelo Sindicato Rural de Imperatriz (Sinrural).

- O Maranhão tem que se adequar à nova política ambiental brasileira sem, no entanto prejudicar seus produtores. Temos que aliar desenvolvimento com respeito ao meio ambiente, disse o secretário.

Afonso Ribeiro informou ainda que o Governo do Estado vai implantar em Imperatriz um laboratório de melhoramento genético de embriões, no Campus da Uema, nas Escolas de Veterinária e Agronomia, no Parque de Exposições Lourenço Vieira.

- Essas três notícias são um presente do Governo do Estado aos produtores e à sociedade do sul do Maranhão, mas especialmente para Imperatriz. Aqui, a nossa regional da Aged, assim como a de Açailândia, os dois municípios com o maior rebanho do Estado, conseguiram um excelente índice de cobertura vacinal na última etapa de vacinação contra a febre aftosa, destacou o secretário.

Informatização

Os computadores doados a Aged serão utilizados na emissão eletrônica dos Guias de Transporte Animal (GTAs) nas regionais de Imperatriz e Açailândia. A informatização de todos os procedimentos da Aged no estado é uma das exigências do Ministério da Agricultura, que em outubro fará uma auditoria no órgão.

Segundo o presidente da Aged, Luis Augusto Almeida, o Maranhão poderá sair da zona de risco para baixo risco com vacinação a partir de 2010.

- Obtivemos um índice de 95% de cobertura vacinal contra a febre aftosa, e essa nova classificação significará um grande passo para o crescimento da pecuária em nosso estado. Assim poderemos exportar carne para outros estados e num futuro breve até para o exterior", observou Luis Augusto. De acordo com ele, "a informatização da Aged irá melhorar a sanidade do rebanho maranhense e aumentar a arrecadação do órgão.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink