Marca lança cultivares de soja e milho
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
VARIEDADES

Marca lança cultivares de soja e milho

São três cultivares de soja e cinco híbridos de milho safrinha para a safra 2021
Por: -Eliza Maliszewski

A suíça Syngenta anunciou lançamentos de novas variedades de soja e milho safrinha para a safra 2021. Elas fazem parte da marca NK, relançada no ano passado. 

Na soja são três cultivares que chegam para as regiões ainda não contempladas pela marca, como Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (MATOPIBAPA) e mais duas que foram lançadas em 2020. Para esta região chega a NK8770IPRO, com sistema radicular robusto, conta com alto teto produtivo.

Para o Mato Grosso chegam a NK8448IPRO, que viabiliza o escalonamento de colheita com altas produtividades e estabilidade. Também a NK7777IPRO que apresenta rentabilidade na primeira e segunda safras, com altos padrões de germinação e vigor, elevado teto produtivo com adaptabilidade, e precocidade ideial para maximizar a produtividade da segunda safra.

Para a região do Paraná e Mato Grosso do Sul foi desenvolvida a NK6201IPRO focada em produtores que buscam rentabilidade por meio do sistema de plantio, com produtividade no melhor ciclo, com adaptabilidade e flexibilidade no campo.

Já o Sudoeste Goiano e o Triângulo Mineiro ganham a NK7201IPRO, pensada para os produtores que trabalham com soja e segunda safra, entregando rentabilidade, sanidade e comodidade do manejo. Sua utilização é ideal para o sistema safra/ segunda safra mais produtivo.

Já no milho são cinco híbridos para a safrinha. São para regiões estratégicas do país, como Sul, Centro, Centro-Oeste e MAPITO, com tecnologias específicas para cada uma das áreas.

Para nível nacional chega o NK520VIP3 que traz alta produtividade em diversas regiões e dupla aptidão, tanto para grãos e silagem. Ela oferece, ainda, boa tolerância ao complexo de enfezamento com manejo adequado. Sua fórmula inclui a biotecnologia do Agrisure Viptera 3, específica para o controle do complexo de lagartas e ervas daninhas.

Para a região do MAPITO (Maranhão, Piauí e Tocantins) além do Mato Grosso vem a NK525VIP3. A variedade é indicada para os produtores que não fazem safrinha e se dedicam à segunda safra de milho. Também oferece boa tolerância ao complexo de enfezamento com manejo adequado e conta com a tecnologia Agrisure Viptera 3. 

Para o Sul a NK467VIP3 traz alta produtividade e precocidade e apresenta resultados consistentes nos diferentes ambientes de plantio da safrinha, boa tolerância ao complexo de enfezamento e biotecnologia de ponta.

Para a região central do país está o NK511VIP3, nova geração de híbrido precoce da marca, que une boa tolerância ao complexo de enfezamento e doenças foliares à biotecnologia avançada contra lagartas. Sua genética entrega alta produtividade, proteção e rentabilidade aos produtores. Também para o Centro e para Goiás vem o NK508, híbrido convencional para alto investimento e traz tolerância ao complexo de enfezamento.

A nova linha de sementes foca em regiões que não dispunham dessas tecnologias e faz parte da expansão da marca para áreas que não atendia até então. “A NK passa a atuar com força nas regiões Sul, Centro, Centro-Oeste e MATOPIBA, em linha com seu compromisso de entregar rentabilidade com genética e tecnologia aos produtores brasileiros”, ressalta Diego Santos, Gerente de Soja da NK.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink