Soja

Mato Grosso: exportações de soja devem somar 17,6 milhões de toneladas em 2018

Segundo o Imea, com relação ao esmagamento, ainda permanece o sentimento de recuo em relação a este ano
Por:
79 acessos

O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) atualizou nesta semana a estimativa de oferta e demanda (OeD) da soja em grão para as safras 2016/2017 e 2017/2018, trazendo reajustes para a demanda de ambas as safras. Em relação à safra 2016/2017, de acordo com o boletim do instituto, os números da demanda foram atualizados para 31,40 milhões de toneladas, refletindo, principalmente, o forte ritmo que as exportações de soja em grão apresentaram nos últimos meses.  

Em consequência, os estoques finais da safra 2016/2017 foram reduzidos para 0,39 milhão de toneladas, o que impactou diretamente a estimativa de oferta para a safra 2017/2018, que mostrou um volume ofertado ligeiramente menor, de 30,97 milhões de toneladas. Ainda assim, é aguardada para a safra 2017/2018 uma demanda robusta, pautada, sobretudo, por parte das exportações, que se elevaram para 17,57 milhões de toneladas. E se confirmada, isso pode impactar diretamente no volume de estoques finais, que tendem a voltar a patamares reduzidos.  

De acordo com as previsões do Imea, com relação ao esmagamento, ainda permanece o sentimento de recuo em relação a este ano, mas ainda assim, com patamares elevados, próximos a 9,01 milhões de toneladas. E os envios de soja em grão a outros estados tendem a ficarem próximos aos observados em 2016 e 2017, com 4,2 milhões de toneladas.  

Preço da soja

O preço interno da soja em grão em Mato Grosso encerrou a semana com valorização de 1,98%, fechando com média de R$ 56,40/sc. A variação se deve, principalmente, à alta de Chicago e do câmbio. A cotação do contrato para nov/17 na CBOT fechou a última semana com alta de 1,64%. O novo relatório de oferta e demanda do USDA foi um dos principais fundamentos do mercado.  

O dólar finalizou a última semana com variação positiva de 0,61%, impactado, principalmente, pelos últimos dados econômicos dos EUA, que sinalizaram uma possível continuação da política de aumento da taxa de juros até o final do ano. Segundo o boletim do Imea, a semeadura de soja mostrou avanço de 8,17 pontos percentuais na última semana, registrando média de 14,44% em Mato Grosso, o que mostra um atraso de 16,96 pontos percentuais em relação à da safra 2016/2017.  

Safra norte-americana

Na última semana, as estimativas do relatório de OeD de soja, divulgado pelo USDA referente à safra 2017/2018 dos Estados Unidos, novamente surpreenderam o mercado. A principal mudança observada foi referente ao rendimento da safra 2017/2018, que mostrou uma redução de 0,47 sc/ha, enquanto que o mercado aguardava uma leve melhora ao estimado em set/17, devido, principalmente, aos relatos de melhora nas condições das lavouras.  

Essa redução foi suficiente para compensar o aumento de área da safra 2017/2018, que foi para 36,21 milhões de hectares. Em reflexo aos novos números, os estoques finais também foram reajustados para baixo, estimados em 8,20 milhões de toneladas, o que representa uma queda de 9,38% ante set/17 devido ao aumento da estimativa na demanda pela oleaginosa. Assim, após a divulgação do relatório, Chicago encerrou em alta na última semana, trazendo reflexos para os preços em Mato Grosso.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink