Mato Grosso apresenta 18% de sua área de soja colhida

Agronegócio

Mato Grosso apresenta 18% de sua área de soja colhida

Por:
1 acessos

Mato Grosso é o estado mais adiantado nos trabalhos de campo da colheita da safra 04/05 de soja, segundo acompanhamento semanal da AgRural. Os dados apurados até a última sexta-feira (18-02), revelam que do total cultivado de 5,4 milhões de hectares, 18% estão colhidos, contra 15% do apurado no levantamento do último dia 11. O percentual, se comparado ao levantamento do mesmo período do ano passado, é 2% superior, segundo o diretor da AgRural, Fernando Muraro Júnior.

De maneira geral, as lavouras estaduais não registram a incidência de fenômenos naturais, e por isso, 90% é considerada boa e 10%, regular. Apenas 2% delas se encontram na fase de floração, 30% em granação e 50% em maturação.

Na região Centro-Oeste, dos 10 milhões de hectares plantados, 12% estão colhidos. Somente 1% das lavouras é considerado ruim, 10% regular e 89% bom.

A Região corresponde por quase metade da soja colhida no Brasil. Somente o Centro-Oeste deve produzir 29,65 milhões de toneladas (t) da oleaginosa nesta safra, com produtividade média de 2.941 quilos (49 sacas) por hectare.

Além dos estados do Sul do País, o único que apresentou queda na estimativa de produção foi São Paulo, que deve colher este ano 2,02 milhões/t de soja. No mês passado, esperava-se algo próximo de 2,14 milhões/t. A pequena redução é conseqüência da estiagem nas regiões produtoras paulistas - que não dura tanto quanto no Sul, mas que já influencia o rendimento médio das lavouras.

Na safra 2003/04, o Brasil produziu, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), 49,77 milhões/t de soja. A mais recente projeção da Companhia, publicada em dezembro, é de uma produção de 61,4 milhões/t na safra atual. Uma nova projeção, provavelmente apontando volume mais modesto, deve ser divulgada em 3 de março. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), enquanto isso, espera a colheita de 63,4 milhões/t.

Já contabilizando as perdas no Rio Grande do Sul, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), reduziu sua projeção de 64,5 milhões para 63 milhões/t no mais recente relatório de oferta e demanda. Além disso, um documento produzido no início do mês por um adido do órgão no Brasil mostra que o País deve colher 61,8 milhões/t de soja nesta safra - ou seja, uma produção inferior à estimativa oficial do USDA, o que indica que podem ocorrer novas reduções nos próximos relatórios de oferta e demanda. (Com AgRural)


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink