Mato Grosso deve se consolidar com 10 municípios entre os principais exportadores do Brasil em 2016

Agronegócio

Mato Grosso deve se consolidar com 10 municípios entre os principais exportadores do Brasil em 2016

Dez municípios mato-grossenses devem se consolidar em 2016 entre os 100 maiores exportadores, conforme a Balança Comercial Brasileira por Municípios
Por:
455 acessos

Dez municípios mato-grossenses devem se consolidar em 2016 entre os 100 maiores exportadores, conforme a Balança Comercial Brasileira por Municípios. Levantamento revela que juntos somaram US$ 6,114 bilhões até novembro, pouco abaixo dos US$ 6,292 bilhões do ano passado. A liderança no Estado é mantida por Sorriso com US$ 1,312 bilhão, enquanto no país São Paulo (SP) encabeça o topo da lista com US$ 7,568 bilhões.

Os números da Balança Comercial Brasileira por Municípios são do Ministério do Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Conforme o levantamento, Sorriso, que no ranking nacional ocupa a 23ª colocação, apresentou um leve incremento nas exportações de US$ 1,237 bilhão para US$ 1,312 bilhão no comparativo entre 2016 com 2015. O incremento de 6% nas negociações com o mercado externo foi possibilitado pela alta de 39,73% registrado no milho de US$ 342,8 milhões para US$ 479,05 milhões. Apesar de ser a principal commoditie exportada por Sorriso, a soja em grão apresentou recuo de 6,94% nas negociações de US$ 766,6 milhões para US$ 713,4 milhões em 2016 no acumulado até novembro.

Rondonópolis é o segundo município de Mato Grosso melhor colocado no ranking nacional ocupando a 35ª colocação. Apesar de estar entre os 50 maiores exportadores, Rondonópolis em 2016 apresenta retração de 22,42% nas negociações com o exterior de US$ 1,195 bilhão para US$ 927,2 milhões. O decréscimo é decorrente a queda de 14,91% nas negociações de tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja, 52,07% da soja em grão, 21,27% dos envios de algodão e 32,20% de milho.

Médio-Norte e Sul são destaques

Os municípios do Médio-Norte e do Sul de Mato Grosso se destacam entre os 100 maiores exportadores do país. Nova Mutum ficou em 54º lugar, mesmo apresentado queda de US$ 692,1 milhões para US$ 640,8 milhões.

Já Primavera do Leste é o 65º com US$ 565,6 milhões. Lucas do Rio Verde o 75º município com US$ 500,3 milhões, Sinop o 78º com US$ 486,5 milhões.

A lista dos 10 maiores municípios mato-grossenses entre os 100 maiores exportadores conta ainda com Sapezal em 85º com US$ 447,9 milhões, Querência em 88º com US$ 437,9 milhões, Diamantino em 90º lugar com US$ 414,9 milhões e Campo Novo dos Parecis em 98º com US$ 381,09 milhões.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink