Mato Grosso do Sul habilita 6º frigorífico para abate
CI
Agronegócio

Mato Grosso do Sul habilita 6º frigorífico para abate

O Frigorífico Framboiam está credenciado para fazer o abate sanitário no MS
Por:

Desde a sexta-feira (23-02) o Frigorífico Framboiam, de Iguatemi (MS), está credenciado para fazer o abate sanitário e o transporte dos animais dos municípios de Eldorado, Japorã, Mundo Novo. É a sexta unidade industrial a conseguir esta autorização. As demais são o Fibrasil Alimentos Limitada (Eldorado), União de Iguatemi e Diplomata S/A Indústria e Comércio (Iguatemi), e nos abatedouros Folador (Eldorado) e Folador & Kereck Ltda. (Mundo Novo), conforme publicação anterior, do dia 16 de fevereiro.

Extra-oficialmente, mais de seis mil cabeças de gado foram abatidas até o final da tarde de quinta-feira e ainda segundo pecuaristas da região de Eldorado, o abate sanitário estaria interrompido, até domingo, para que os técnicos possam descansar do ritmo frenético de atividades.

Só o frigorífico Fribrasil teria abatido 500 cabeças de gado oriundas da área de risco, na quinta-feira. Os trabalhos deverão prosseguir até dia nove de março, segundo o proprietário da indústria, Eduardo Ramalho. A empresa informou também que possui capacidade para abater até 18 mil animais neste período.

Quanto à comercialização, Ramalho lembra que os abates estão dentro da previsão, e a carne vem sendo comercializada normalmente, e com o apoio do Sindicato Rural de Eldorado. As escalas de abate vêm sendo preenchidas sem dificuldade.

Levantamento

Os operadores do mercado de compra e venda de animais informam que todas as empresas autorizadas pela Iagro para realizar os abates na região devem começar a operar em breve. Até o momento não há informações sobre o início dos abates no Abatedouro Folador & Kereck Ltda.

A portaria da Iagro/MS nº 1.194 regulamentou os procedimentos que deverão ser seguidos no trânsito de animais e seus produtos na região. Segundo a resolução, a carne obtida dos animais deverá ser maturada e desossada e os demais produtos e subprodutos submetidos a tratamentos físicos ou químicos capazes de inativar o vírus da febre aftosa, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela OIE (Organização Mundial de Saúde Animal).

Segundo Ramalho, embora a Agência Estadual de Defesa Animal e Vegetal (Iagro) diga que ainda está trabalhando na região no levantamento completo de animais que podem ser destinados aos abates, a previsão é que os trabalhos sejam concluídos em mais uma semana. Pelo menos 78 propriedades deverão ser vistoriadas. O rebanho geral de Eldorado, Mundo Novo e Japorã é de mais de 153 mil cabeças.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink