Mato Grosso do Sul perde 30% da soja com seca e ferrugem
CI
Agronegócio

Mato Grosso do Sul perde 30% da soja com seca e ferrugem

Por:

A safra 2003/04 de soja do Mato Grosso do Sul deve ser 30% menor que a esperada em razão das perdas provocadas pela estiagem na região Sul do Estado. Em algumas localidades o prejuízo chega a ser de 100%, segundo o agrometeorologista da Embrapa Agropecuária Oeste, Cláudio Lazarotto.

A estimativa de perda média considera tanto o problema da estiagem quanto a ferrugem que avançou para o Sul e ganha força no Norte do Estado. Essa região responde por aproximadamente 65% da produção e a região de Dourados é a que mais vem sendo castigada pela falta de chuvas. Segundo o agrometeorologista, pelo menos 20 lavouras do Sul tiveram perda total. No exremo-sul, que envolve o município de Amambai, por exemplo, choveu uma média de 40 milímetros.

Caso a perda de 30% se confirme vai anular a estimativa de crescimento da área plantada do IBGE, de quase 27%, passando de 1,4 milhão de hectares a 1,7 milhão de ha. “O Estado até pode absorver essa perda mas os produtores não”, afirma Lazarotto, referindo-se ao fato que a produção estadual não deve ser tão abalada, porém os produtores terão grande prejuízo. Isso porque, segundo avaliação da Granos Corretora de Grãos, com a produção nacional e internacional mantida nos mesmos níveis não deverá haver variação no preço da soja.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink