Mato Grosso ganha com redução da alíquota para bovino

Agronegócio

Mato Grosso ganha com redução da alíquota para bovino

A proposta de redução da alíquota foi encaminhada recentemente ao secretário estadual de Fazenda, Waldir Teis
Por:
3 acessos

O presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Jorge Pires de Miranda, afirmou que o Estado não perderá com a redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), de 12% para 3%, “e sim começará a recolher efetivamente este imposto, passando a ganhar sobre o boi vivo comercializado com outros Estados”. A proposta de redução da alíquota foi encaminhada recentemente ao secretário estadual de Fazenda, Waldir Teis, que está realizando um levantamento sobre o impacto da redução da alíquota.

Segundo Jorge Pires, a alíquota atual estaria inviabilizando a venda de animais para outras praças. Os produtores querem que esta alíquota seja reduzida para 3% para poderem vender para outros frigoríficos que querem pagar mais.

Na avaliação do presidente da Acrimat, a redução do imposto sobre o gado irá aumentar o fluxo de vendas para frigoríficos de regiões como Goiás, Mato Grosso do Sul e São Paulo, que estão praticando melhores preços. “Com isso, a nossa produção será mais competitiva e o produtor será melhor remunerado”, sustenta ele. Jorge Pires informou que estão avançadas as negociações visando a criação de uma comissão técnica com representantes dos criadores, frigoríficos, cortumes e, possivelmente, dos mercadistas, visando levantar a planilha de custos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink