Mato Grosso mantém liderança no consumo de fertilizantes
CI
Agronegócio

Mato Grosso mantém liderança no consumo de fertilizantes

Por:

A demanda brasileira por fertilizantes alcançou 22,796 milhões de toneladas em 2003, 19,3% mais que em 2002, conforme a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). Segundo Eduardo Daher, diretor-executivo da entidade, Mato Grosso voltou a liderar o ranking dos principais Estados consumidores, com 18,6% do volume.

Daher explicou que o melhor resultado foi motivado pelo invejável desempenho do agronegócio no país, ajudado pela quebra da safra de soja nos EUA, a maior demanda asiática por produtos agrícolas e o elevado patamar de preços de commodities como soja e algodão no exterior. A produção nacional, entretanto, não acompanhou o ritmo do aumento do consumo.

Conforme Daher, o volume engordou 12,4% sobre 2002 e chegou a 9,070 milhões de toneladas, enquanto as importações totalizaram 14,741 milhões de toneladas no ano passado, um crescimento de mais de 40%. Daher informou, ainda, que a soja permaneceu como a principal cultura consumidora de adubos. A demanda voltada para o grão superou 9 milhões de toneladas, ou 40% da demanda total apurada. De acordo com ele, 66% das entregas de adubos às redes de distribuição foram no segundo semestre.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink